Dicas do Banco UAI

Principais causas das perdas de produtos:

  • Manuseio inadequado no campo
  • Uso de embalagens inadequadas não padronizadas
  • Transporte inadequado
  • Não uso da cadeia de frio
  • Classificação não padronizada
  • Comercialização a Granel
  • Desconhecimento de técnicas de manuseio pré e pós-colheita
  • Excesso de “Toque’, pelos consumidores, nos produtos
  • Acúmulo de produtos nas gôndolas de exposição de varejo

 

Algumas medidas para redução de perda dos produtos:

Pelo produtor

  • Selecionar p/ plantio cultivares adaptadas, com alta produtividade, frutos com boa aparência, e valor comercial.
  • Monitorar constantemente a incidência de pragas e doenças que causam danos nos frutos na fase de produção.
  • Evitar colheitas em períodos chuvosos, quando os frutos estão molhados ou muito úmidos.
  • Treinar os colhedores para evitar ferimentos nos frutos na colheita, não ‘jogar’ ou atirar os frutos para evitar ferimentos desnecessários e proteger os frutos do sol direto, que pode causar queimaduras.

Beneficiador

  • Treinar os operários que fazem seleção visual dos frutos quanto a defeitos mais graves para uma classificação mais eficiente.
  • Identificar mercados e consumidores alternativos para frutos de tipos e classes de menor valor econômico.
  • Selecionar o tipo de embalagem de acordo com o mercado de destino que proteja o produto e suportam longas distâncias.

Atacado

  • Evitar quedas e movimentos bruscos com as caixas nas operações de carga e descarga.
  • Utilizar palets para acomodar as caixas, em pilhas de acordo com o fornecedor das caixas.
  • No caso de armazenamento temporário nos próprios ‘boxes’, manter as caixas em câmara fria (em temperatura adequada) ou em local fresco e arejado, protegido do sol e da chuva.
  • Fazer inspeções diárias em algumas caixas para verificar a incidência de deterioração dos frutos.
  • Se constatada a presença de frutos doentes, eliminá-los e reclassificar todas as caixas.